domingo, 1 de março de 2009

Sobre a distração

Se você fica olhando o leite, ele não ferve nunca. Essa é a moral da história.

Você está meia hora olhando a bendita leiteira no fogo e nada acontece. O leite continua lá, paradão, na dele. Daí você se irrita e sai de perto. Puff! O leite ferve. Bastou você desviar o olhar por um segundo para o leite subir e sujar todo o seu fogão.

Esta é uma cena que realmente acontece, mas também pode ser usada como metáfora. O que quero dizer é que sempre que nos distraímos, a coisa acontece. Você espera ele ligar o dia todo. A semana toda. E ele simplesmente não liga e você desiste de esperar. Quando você se desliga, o telefone toca. E adivinha ? É ele. Outro exemplo: você deseja porque deseja encontrar alguém e nada... Quando você cansa de procurar e relaxa, pronto: a pessoa aparece, tranquila e por acaso no meio da rua. Vai dizer que não é assim ?

Sempre penso nisso e confesso que às vezes eu tento parecer distraída pra ver se as coisas acontecem mais rapidamente. Mas a força que faz o leite ferver apenas quando há a distração é esperta demais. Ela não se deixa enganar... ela sabe quando estamos fingindo e quando realmente estamos distraídos. É batata. E acreditem: o leite só ferve quando estamos realmente descansando o olho. Não adianta fingir.

Já passei por essa experiência por diversas vezes. E o que posso dizer sobre isso ? A sensação de ser pega de surpresa é muito mais gostosa do que a sensação de sair tudo como no script. Voltando ao exemplo número um: sim, é uma delícia ficar esperando aquela ligação e recebê-la. Mas vai dizer que não é muito mais gostoso receber quando você menos espera ? Eu acho muito bom. Você está lá, pensando no nada, de repente o telefone toca. Você pega sem grande interesse e quando olha o FULANO'S CALLING... Aahh!! Tudo de bom, moças e moços. Só de pensar, já sinto o frio na barriga! rs

Pra finalizar então: sim, a surpresa é sempre muito bem-vinda. E por isso mesmo, acho que devemos ficar mais distraídos, olhando mais vezes para dentro, pensando mais vezes na morte da bezerra... Lembrei de uma coisa que minha mãe sempre me dizia e eu vou compartilhar com vocês. Todas as vezes que eu perdia algo e ficava desesperada procurando, lá vinha a mamãe Bia com a frase pronta: "pare de procurar que você acha"... É, acho que ela tinha razão... (Por que as mães sempre têm razão ?) Quando a gente não está tão focado, a coisa acontece. Afinal, os olhos devem estar descansados para enxergar algo. Cansados, nada veem...

Sendo assim e tendo dito isso, acho que vou ali me distrair um pouco... Porque definitivamente eu estou precisando encontrar váááárias coisas... rsrsrsrs

Um grande abraço e até a próxima semana!

8 comentários:

Julio disse...

Oi Menina.... :)

Seu texto foi perfeito dessa vez, preciso me distrair um pouco também pra ver se as coisas acontecem e a maré muda a meu favor.

Bjs e se cuida.

genropratuamãe disse...

já parou pra pensar que a distração tb te faz deixar passar o que quer ver??? seria uma faca de 2 gumes... complicado dissertar sobre isso, mas vc conseguiu tocar bem no ponto.

Raquel disse...

Vc me fez lembrar de "O acaso vai me proteger, enquanto eu andar distraido".... Bjs!

Marcia disse...

Ow, agora entendo a bolha... É... A bolha...
Mas definitivamente, tenho receio de surpresas!

Marcelo Aristek disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
simplesmente adorei!
vc resumiu 90% da vida cotidiana das pessoas "normais". genial e direto ao ponto.

EDU K disse...

Uma hora o leite ferve, mesmo se você estiver olhando sem piscar.

Elem disse...

Sim, ele ferve... mas e a surpresa ???? Falei sobre isso também... hehehehehehehe

P.S.: Que medo ter um prof tão requintado lendo meus textos!! rsrsrss

Confições de uma Adolecente em Crises :) disse...

amei, e é realmente verdade td que você falou! haha! o texto ta demais.