segunda-feira, 2 de março de 2009

Respeito

Não, você não precisa compartilhar da mesma opinião que eu, mas precisa E DEVE respeitar a forma como eu penso. Eu acho que esse tem sido um dos maiores desafios do ser humano hoje em dia. Vivemos em um mundo tão individualista e tão egocêntrico que tornou-se praticamente impossível respeitar a opinião do outro. Como assim ? Explico.

Ninguém precisa pensar igual a mim, isso é fato. Mas isso não dá o direito a ninguém de desrespeitar o que eu acho ou faço. Claro que às vezes metemos os pés pelas mãos e acabamos nos intrometendo onde não fomos chamados simplesmente porque nos preocupamos com o ser em questão. Porém, digo uma coisa: há algum tempo aprendi que devemos deixar as pessoas livres. É preciso saber ouvir, estar junto, e principalmente, é preciso saber ir até onde nos permitem. Ultrapassar esse limite é arriscado. Por demais. Há uma linha muito tênue entre o ser "amigo" e o ser "intrometido". E eu, particularmente, não gosto de arriscar nesse ponto. Digo uma coisa: se não consegues te segurar, meu bem, nem comece. Diga simplesmente que preferes não falar sobre o assunto em questão. E ponto.

Eu costumo ouvir muitas pessoas. Sou boa para ouvir e péssima para dar conselhos. Fico nervosa quando alguém pede minha opinião sobre algo. Mas sei ouvir. Pelo menos muitas pessoas me procuram para simplesmente falar. Todo mundo sabe que não sei o que dizer, mas parece que elas precisam apenas soltar tudo o que está preso. Aí, fico ouvindo/lendo e observando. Várias vezes discordo do que estou ouvindo, mas entre perder o amigo e calar, escolho a segunda opção. Aprendi isso com uma amiga. Ela sempre me dizia: Eu discordo de você, mas respeito a sua decisão.

(Não to dizendo que devemos ser omissos. Por favor, não me interpretem mal. Perceba bem... A questão é "discordo sim, mas respeito". É só isso.)

Falar isso não te torna menos amigo de ninguém, não te torna (mais) irresponsável e nem muito menos (mais) permissivo, como alguns preferem chamar. Falar isso te torna um ouvinte que deixou claro a sua posição, apesar de não compartilhar a escolha do outro. Ao meu ver, isso diz: "Sou seu amigo e por isso mesmo estarei contigo. Independente daquilo que você decidir." Eu penso assim. Sei que tem pessoas que pensam exatamente o contrário, mas fazer o quê...

E são essas pessoas que me acham permissiva. Acham que passo a mão na cabeça das pessoas e que acabo perdoando coisas imperdoáveis. Aí eu me pergunto: oras, quem sou eu pra julgar alguém ? Se queres fazer, meu dever como amiga é alertar e não jogar pedra ou crucificar. Meu dever como amiga é dizer: "não concordo, mas estarei contigo para o que precisar." E é isso. Será que quando eu aponto o dedo para alguém, realmente não tenho nenhuma mácula escondida ? Duvido...

E por que esse texto agora ? Não sei ao certo. Simplesmente parei aqui na frente do computador e ele saiu. Admito que passei por situações desse tipo recentemente, mas juro que não foi por isso que escrevi - pelo menos não conscientemente. O que importa é que mais uma vez deixo o meu recado aqui. E espero que tenha valido a pena.


Um brinde a uma amiga muito especial que sempre está comigo. Aquela que me diz "sabes minha opinião, mas se queres realmente isso, conte comigo."


4 comentários:

genropratuamae disse...

tá começando a me encantar com seus textos... altamente viciante vir aqui.

Marcia disse...

Há uns anos, na facul, uma amiga dizia exatamente isso: to contigo, independente do que penso e do que decidas. Eu tinha deixada isso um pouco de lado, vinha falando demais nos últimos tempos. Mas ano passado eu aprendi denovo, aprendi a ser ouvinte, aprendi a não julgar e a ver que não sou melhor que ninguém, e voltei a dar vivas às diferenças!
Ps: adoro qdo me ouves sem me julgar, apenas usando a técnica das reticências... heheheheeh!

Marcelo Aristek disse...

O mundo globalizado e excludente impõe q vc só pode ser respeitado se tiver grandes quantidades de dinheiro. é o que geógrafos chamam de "aldeia cultural" perversa.

EDU K disse...

Respeito é bom e preserva os dentes.