domingo, 18 de janeiro de 2009

Leis da Física: atração

Porque sabemos o que deve ser feito, mas não conseguimos fazer

Ontem conversávamos sobre isso, sobre como é fácil aconselhar mas como é difícil seguir os próprios conselhos ou pior ainda, os conselhos alheios.
Você sabe que ele não presta, sabe que não é a pessoa certa, sabe tudo isso e mais um pouco mas simplesmente não consegue dizer não.

O telefone toca e já era: o coração dispara, as mãos ficam molhadas, o sistema nervoso se altera. Você sabe que ele é bobo, imaturo, prepotente, todo errado, charmoso, cavalheiro, engraçado, carinhoso... estou elogiando ? Não!! Ele não presta. Tenho que focar isso!

Então, voltando ao telefone... Aí ele liga. Você quer morrer, mas não pode morrer porque finalmente ele está ao telefone, você ouve a voz, sorri e já imagina tudo... o sorriso, a boca, os dentes... ai, como ele tem dentes lindos... Será que eu já falei isso pra ele ? Provavelmente não. Ai, meu Deus, volta pro texto, Elem!

E além disso ainda acontece um outro fenômeno: a paralisação. Você se sente meio tola, meio "tonta". Cadê as palavras ? Cadê as reações ? Nada... tudo sumiu em questão de segundos... só por causa do som da voz. Conversam, conversam, conversam. Desligam e você pensa "idiota, por que não falei isso pra ele ?” ou ainda "idiota, por que falei isso pra ele?" Sabe aquela sensação de que sempre se faz o errado ? Sim, eu devo ter quinze anos mesmo. Ou pelo menos volto a ter quando falo com ele. Quando estou com ele. Quando o beijo.... ai ai... quando o beijo então...

Aí eu escrevo isso aqui e depois terei que ouvir do resto do mundo: ele não te merece. E não deve merecer mesmo. Até ele já me disse “Por que você gosta de mim ? Você não me merece”. E é verdade... Realmente ele não merece. Mas o que fazer se é tão difícil dizer não quando o coração diz sim?

Mas voltando ao início da conversa: não adianta. você sabe o certo mas insiste em fazer o errado. É por querer ? Claro que não... você não tem culpa se ele tem esse poder magnético que retira suas ações - ui, me lembrei do Magneto do X-Men ou será que me lembrei das leis da Física ?? Hum... acho que prefiro a física... rs

As pessoas julgam, criticam e apontam dedo, mas que atire a primeira pedra quem nunca passou por isso. Quando se está apaixonada, não se enxerga muita coisa. Apenas aquilo que se quer ver, ou quando se consegue enxergar um pouquinho além, não consegue pôr em prática o que viu. Eu pelo menos não conheço muitas pessoas que conseguem. E isso não apenas quando se está apaixonada. Quando se gosta é assim. Não importa o nível do gostar, se é que isso existe.

Sim, você sabe que é a coisa certa deixá-lo partir, sabe que a coisa certa é não atender, sabe que a coisa certa é não tentar ser amiguinha de alguém de quem se gosta tanto. Saberes, saberes... de que vale tanta razão quando o que se está em jogo é o coração ? Que frase mais eca, nossa... Eu me impressiono comigo... Mas é verdade. Conselhos são bons. Devem ser pelo menos. Ouvi-los é tranquilo. Difícil é segui-los. Sim, porque segui-los, meu bem, isso já uma outra história...

4 comentários:

Eu sou a Fabiana Carneiro, disse...

Engraçado... Se eu fosse uma leitora de Clarice Lispector diria que algumas pessoas se parecem com seus personagens...

:p

hehehe

Repito amiga: Somos ótimos espectadores, mas péssimos protagonistas!

See you soon!!

=D

Marcia disse...

Ay, ay, el amor... Como explicarlo? Mejor sentirlo, no?

Elem disse...

Ainda bem q eu avisei q hj o mundo ia reclamar... kkkkkkkkk

Mas como tenho andado bem humorada, vou aceitar.. hehehehehehe

A intenção do texto era mostrar as tolices de um ser apaixonado.....
E claro, falar que eu acho os dentes dele lindos.... heheheheheheheh

Marcelo Aristek disse...

Já deu pra saber um pouco mais o q faz vc ficar assim por esse sortudo! rsrsrss
meu deus! tem gente q nasceu pra Lua. conhece essa expressão??????
rsrrsrsrsr
adorei esse tb