sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Happy Birthday

Eu sei... prometi que não falaria mais sobre isso, mas é aniversário. Abri uma exceção.

Seria mais fácil se fosse diferente: se você beijasse mal, se o sexo não fosse bom, se você não fosse divertido, se você não me alegrasse com a sua companhia... Sim, seria mais fácil livrar-me de você se fosse desse jeito. Mas infelizmente não é.

Gosto da sua voz - mesmo você cantando mal, gosto de como me faz rir e até de como me deixa irritada, gosto do seu cheiro, do seu gosto, do seu beijo e do modo como toca o meu corpo. Gosto quando me abraça, quando me chama de "pequena", de "nega", de "neguinha". Gosto do seu jeito de ficar nervoso (coloca as mãos na cabeça e fica repetindo frases sem sentido aparente). Ah, e claro, o principal e mais estranho: gosto quando me explica tudo sob o olhar da Física.

Estou tão acostumada a você... Ouço sua voz todos os dias, ficamos horas no telefone, você fala sem parar, ri, toca berimbau, canta e até faz serenata pra mim (com violão e tudo!). Manda mensagem "te adoro", olha nos meus olhos e diz "gosto tanto de ti" e "és tão bonita"... Deita no meu colo, abraça minhas pernas e questiona "por que gosto tanto de ti ?" Não sei a sua resposta. Mas eu sei a minha, eu sei porque gosto tanto de ti... E sinceramente, queria muito que você soubesse a sua também... Enfim.

Parece uma novela a nossa história, um dramalhão mexicano que não sei onde vai dar. Todo mundo vê, todo mundo percebe, todo mundo se mete. Mas te gosto mesmo assim. Mesmo com seu jeito louco, com seu autismo e com sua hiperatividade, com suas neuras de CDF ("tenho que ir embora, tenho que estudar" "mas são 4h da manhã" "é... por isso mesmo, tenho que estudar e já está tarde"). Sim, você me irrita com a sua loucura, me irrita com sua falta de respostas, mas sei que és um "bom menino". Tens um coração enorme... Tão grande que eu chego a me perder dentro dele... Às vezes, tenho a impressão que por ser tão grande, seu coração me perde...

Como agora...

5 comentários:

Marcia disse...

Devem ser as tais "razões que a razão desconhece"... Eu como uma maluca que tem uma história mais maluca ainda, fico toda tola qdo leio textos assim... Pelo menos qdo to no meio do texto, pq no final fica um pouco tristinho...
Mas amiga, ta lindo, não importa o que digam, não importa o qto se metam e etc, etc, etc, é o seu coração e o de mais ninguém! Bj
"Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é", lembra??

Elem disse...

Lembro, lembro... E obrigada... de coração...

Renata disse...

E quem irá dizer q não existe razão para coisas feitas pelo coração, e quem irá dizer q não existe razão???
Então... Esse texto só peca em uma coisa: ele deixa claro q tu se apaixonou pela pessoa ERRADA!
Mas, quem su eu p julgar... cada um sabe de si. Amo os teus textos pq eles têm soul, sabes disso. bjuuu

Eu sou a Fabiana Carneiro, disse...

Só para constar: eu que votei no DE NOVO!! haha

Amiga linda, te leio sempre, tá?
bjo

JULIO disse...

Oi linda... quanto tempo.

Ando sumido eu sei, mas as coisas andam muito corridas por aqui.

Pelo jeito o barco continua no meio do oceano e vc continua velejando... hehehehehehhe

BJS e se cuida.