quinta-feira, 11 de agosto de 2011

You don't understand

Descobri que o nosso problema é timming. Você é rapidinho demais e eu devagar demais. Eu demoro para entender, pra criar coragem, pra te olhar, pra responder... E você? Você olha, abraça, beija, fala e sai em uma fração de segundos. Você me deixa tonta e sempre me surpreende com suas frases desconcertantes. Como alcançar você? Como andar ao lado de alguém que está sempre com tanta pressa?

Eu demoro dois meses pra aceitar seu convite, uma semana para entender a sua jogada de charme, um dia inteiro pra praticar o que vou te dizer e cerca de duas horas pra escrever uma mensagem que eu nem vou enviar. Você, porém, tem gana, pressa. Está sempre correndo. Você não entende a minha maneira calma de comer, a minha mania de olhar pro lado antes de responder às suas perguntas, o meu jeito de querer ficar apenas encostadinha em você enquanto assistimos a um filminho infantil... Eu preciso desse tempo de aproximação, preciso para me sentir segura, mas você não entende.

Não entende porque pra você as coisas são velozes demais. Uma semana é tempo demais. Um dia é tempo demais. Trinta minutos é tempo demais. Você não tem paciência pra me esperar ou me deixar relaxar ao seu lado. E no meio tempo entre você se aproximar e eu permitir a aproximação, você já partiu pra cinco outras diferentes. Cinco outras que não esperam nada, que só enxergam a carne exposta. Sim, você tem pressa. Você não tem tempo a perder com alguém que demora tanto para decidir algo.

O que você não entende é que eu já decidi, mas te contar a decisão demora mais alguns dias. Ou semanas. Ou meses. E eu queria que você entendesse que a minha lentidão é só medo. É medo do seu relógio ultra-sônico, medo da sua fugacidade, medo de ME permitir à sua presença. Medo de dizer um sim com todas as letras e depois me arrepender. Porque pra mim, presenças são importantes... E por isso eu gosto de ir com calma, porque não, eu não enxergo só a carne exposta. Eu enxergo você. Por inteiro... Mas isso você também não entende. A sua pressa nunca vai te deixa entender.


4 comentários:

Adriene disse...

Nossa senhoraaaaaaaaaaa!!
Elaine e seus contos.Esse foi forte!!
Se o cara ler isto e não entender,burro ele é.

Patrícia ♥ disse...

Que lindo o seu cantinhoo..
adorei aqui!!

estou seguindo..
retribui??

beijos
http://pathyoliver.blogspot.com
http://momentosdapathy.blogspot.com

Elem disse...

Bom, Adri... Eu já disse aqui no blog:

"Ok, você é um babaca e eu nem deveria pensar em você. Não, você é mais do que um babaca, você é um idiota. Um idiota e burro. Ao mesmo tempo." - Trecho de "Sobre um tal moreno alto"

Mas, o que posso fazer, né??? rs

Patrícia Pinna disse...

Elaine,longe de mim dizer o que você tem de fazer, pois cada um sabe o seu tempo de ser e agir,porém algo que me chamou muita atenção no seu belo e profundo desabafo,foi a questão do medo!
O medo é um mecanismo de defesa normal e saudável até certo ponto.
Na minha opinião,minha, eu acho que você deveria relaxar mais,procurar vencer esse medo ,e se permitir ser feliz!
Se não der certo, vocês tentaram, e você deu um passo de superação.Diga para si mesma, que você é uma pessoa que tem valor, e não é pelo fato de você ceder um pouco na questão tempo, que fará de você uma pessoa diferente.
Se ele ou qualquer outro não respeitar a essência do seu "time", aí, é outra história.
Pense, não seja tão radical consigo mesma!Reflita, porém faça acontecer.Já perdi muitas coisas nessa minha vida por causa do medo que me paralisava, e hoje me arrependo demais de não ter tomado atitudes que poderiam ter mudado a minha vida inteira.
Essa é a minha opinião, e um pouco do relato da minha vida, contudo, faça seja o que for, só mesmo se estiver com vontade.Eu não digo para estar segura totalmente, pois ninguém consegue ser assim 24h por dia, porém tente, se esse for o seu real desejo, lembrando-se de que não importa tanto as ideiais dos outros,é bom ouví-las, porém a decisão final será somente sua!
Um beijo muito carinhoso, espero que de algum modo eu possa ter te ajudado.
Um excelente domingo de paz, e tomada de decisões!
Fique com Deus, e um beijo muito carinhoso!
Apareça, passeie, e comente, pois gosto da sua presença!Se quiser de coração, é claro!