domingo, 18 de julho de 2010

Bruno Pareja

Realmente eu não sei o que me choca mais nessa história toda do goleiro Bruno.
Não sei se a burrice ou a tamanha ingenuidade dele... Não sei se a quantidade de mulheres feias envolvidas no caso ou nas farras sexuais sem uso de preservativo... Não sei se a atrocidade do crime ou a cara de pau do advogado dizendo que não houve crime, uma vez que não há corpo. Poderia ficar aqui pensando em vários outros questionamentos, mas pouparei as mentes de vocês. É uma história bizarra demais para uma noite de domingo...
E o pior de tudo é que sempre que eu olho para ele, o goleiro, eu penso: "eu pegaria o Bruno. Fácil." O cara tem 1,90 de altura, é moreno, tem covinhas e ainda por cima é mineiro. Preciso dizer mais alguma coisa?? Sei que é horrível admitir isso, morro de vergonha de dizer isso, maaaaaas, quando o vejo na TV ou net, até sinto um calafrio. Fiquei assistindo agora à pseudo-entrevista dele no avião e já fiquei pensando: "tadinho, ele é inocente. É tudo uma armação... " Aff, Deus perdoe a minha ignorância e o meu coração molenga. Lembrei-me daquele marginal que deixava as vítimas apaixonadas por ele, o Leonardo Pareja... Acho que o Bruno exerce o mesmo poder sobre o meu ser. Meu ser e o ser da Binha Bobinha (desculpe, fui obrigada a contar o seu segredo, ele também te convence que é inocente - rs).
Enfim.
Deixemos isso tudo pra lá, e que alguém mais firme resolva tudo isso...

Beijão e até a próxima!

E óh, TRÊS dias para pouso em solo carioca, hein... A i z i !!

2 comentários:

Maria Miranda disse...

Olá! :)
Não conheço essa história. O que se passou com esse guarda-redes?
Beijinhos,
Maria

http://linguajandemportugues.blogspot.com

Flávio Galindo disse...

Olá moça. PArabens pelo brilhante blog e as palavras constantemente tocantes. To te seguindo. Me segue lá tambem. Fica com Deus.

http://flaviogalindo.blogspot.com/