segunda-feira, 6 de julho de 2009

Não me pergunte o porquê

"o pior é chorar calado
quando ninguém te ouve
e quando todos acham que vc é forte demais... "
Postado por As cartas que não mando às 20:24

XX comentários:
Elem disse...
As suas palavras hoje foram tudo pra mim. Porque choro, mesmo quando o mundo inteiro continua a me achar a pessoa mais forte do mundo. Às vezes o peito dói e os outros não entendem porque não estão acostumadas a te ver chorar. E você então escolhe chorar baixinho, escondido, por baixo das cobertas, pedindo apenas que Deus te olhe um pouquinho e te dê um sono tranquilo e que te faça esquecer suas dores... Aquelas q você não tem coragem de contar... Sabe quais ? Essas mesmas.. Hj descobri q minha fortaleza foi construída para esconder um medo imenso de algo que não tenho coragem de confessar. Sendo assim, escondo-me. Escondo-me por ser fraca e frágil. E é isso. Saudades.
-----
Talvez você não saiba, mas eu choro. Descobri hoje que tenho medo. Um medo inimaginável de algo que não tenho coragem nem mesmo de confessar. Sim, eu sei, você vai dizer que sou forte, que não está acostumado a me ver chorar. É verdade, desde sempre, nunca chorei em público. Nunca soube lidar bem com a dor, por isso sempre escondi a existência dela. Como alguém que esconde um monstro no fundo de um porão ou sótão. Aprendi desde cedo como chorar sozinha, escondida, sem que ninguem perceba. Buscava meu quarto e meu travesseiro quando queria chorar dores e feridas não cicatrizadas.
E hoje ler os seus versos, esses aí de cima, abriu uma cratera no meu peito que já estava com um fissura bem marcada. Já chorava quando li as suas palavras. Lágrimas já rolavam pelo meu rosto quando deixei que meus dedos fizessem esse comentário "copiado e colado" para que os outros leitores também possam ter acesso. Sim, tive vontade hoje de simplesmente experimentar a sensação de chorar junto com alguém. Ou de alguém. Mas, adivinhe, não tinha esse alguém. Estava só.
O mais assustador foi perceber que existe um medo enorme dentro de mim. Foi estranho perceber que todo o meu castelo é feito de areia, mas de areia molhada para que de longe, ninguém perceba o quão frágil e fácil de derrubar ele é. Estranho ? Muito. Senti-me carente, sozinha, fraca. Quis orar. Pedi a Deus respostas mas nada veio... Nada ouvi... Nada senti. Sentei-me aqui diante desta tela e deixei que mais uma vez meus dedos fizessem o trabalho por mim... Continuo sozinha, como quando era uma criança, chorando por baixo das cobertas e desejando que o sono venha rápido e me traga um novo dia. Um dia tão sem tempo que não me deixe pensar nas minhas próprias feridas. Acho que isso explica tudo. Talvez, a Márcia tenha razão. Talvez eu também use máscaras e há tanto tempo que eu nem saiba mais diferenciar quem sou eu e quem não sou.
É isso.
Estou triste. E nem precisava dizer.

6 comentários:

Vanessa Ludwig disse...

sabe, descobri que chorar é muito bom! Eu sempre chorava, muito! Aquela dor que ninguém vai entender, que ninguém sabe por quê. Mas um dia as lágrimas vão, e vem um sorriso, e derepente, sem mais nem menos, a alegria bate a porta com uma pedaço de bolo de laranja.... :)
É a vida, em seguida vem a coragem, que faz você tomar a decisão certa...

me add se quiser: supernessaeh@hotmail.com

agora vou sempre postar com esse nome: 717 :D disse...

Derepente, vc tenha sim vontade de q os outros te vejam chorar, talvez vc, por QUERER ser forte, nao queira essa atençao, mas todos precisam disso...todos caem...e se vc sempre levantar-se sozinha, os outros irao se acostumar com o seu jeito!
E (como no comentário ai em cima^) é muito bom chorar...chorar sem motivos... até já chorei por conversar com um desconhecido, que nao tinha NADA de comovente...mas esse alguem simplismente tocou meu coraçao (ou minhas feridas!)

Renata disse...

Acho que quando choramos colocamos todas as nossas angústias p fora. Talvez não ajude muito no sentido prático da coisa, mas alivia as tensões, desde q não choremos em excesso, claro. Senão dá dor de cabeça, rsrs. Eu gosto de chorar as vezes e sei q Shakespeare disse q chorar é diminuir a profundidade da dor. Concordo em partes c essa citação e acho q o choro é a expressão genuína dos nossos sentimentos, tal como um verdadeiro sorriso.

Marcia disse...

Quando comecei a ler, fiquei pensando na única vez que te vi chorar,timidamente, 'porsupuesto'. Eu não sei se tenho razão, não sei se tenho razão nem sobre mim! O que sei é que às vezes a gente se esconde por trás das tais máscaras e (adivinhe só!) tem gente que gosta da gente sem elas! Ainda as uso, confesso. Sou uma medrosa assumida e sempre me senti distante de você e de outras pessoas por isso. Hj te sinto mais perto. Mas não quero te ver triste. Portanto, mostre o que te deixa feliz. Máscara ou não, o que importa é se sentir bem e amado. Deixe-se ver.

Elem disse...

Fiquei pensando... qdo vc me viu chorar ? Não me lembro...

Anônimo disse...

Talvez quando estivermos ao ponto de saber todas as respostas, virão perguntas diferentes. Isso é familiar, não?! A vida também é. Não usufrua de máscaras, certamente não será insano de cometer esse "suicídio" para consigo. Penso que há um propósito. E se chorar faz parte, então não perca tempo. Chore. Chore muito. Mas saiba que ao final desse pranto, o tempo não lhe esperou. A felicidade pode ter ido, e por conseguinte sem volta, ou não. Depende só de você. Abraços William