domingo, 3 de maio de 2009

Balanços

Sabe de uma coisa ? Eu não estou mais a fim de brincar.

Em nosso play, parece só haver um brinquedo e eu cansei dele. Tô de saco cheio dessa gangorra em que vivemos, de todos esses altos e baixos. Cansei desse nosso relacionamento bipolar: se um dia eu estou bem, você não está. Se no outro você está bem, eu não estou. E é sempre assim. Quando eu penso e decido que não te quero mais em minha vida, você parece adivinhar meus pensamentos e como mágica surge cheio das graças. Quando você decide que o melhor é curtir a sua bela vida de "solteiro-mais-disputado-da-grande-Florianópolis", eu me descubro apaixonada e dou crises de ciúme. Mas essa é a ideia da gangorra: quando um está em cima, o outro está embaixo.

Eu sei, semana passada você estava na semana "fofo". Fez tudo direitinho, me encheu de mimos e eu simplesmente quase ignorei. Não respondi mensagens, não fiz questão de atender, não fiz nem questão de te ver e pra completar escrevi textos dizendo que definitivamente eu não te queria mais. Eu estava no alto. Esta semana, porém, a coisa se inverteu. Você saiu, viu e esteve com todas as suas "amiguinhas". Conversou, bebeu e saiu com elas. Eu não gostei, é claro. Fiquei louca da vida. Dei crises, te enchi o saco, esperneei e, como você mesmo disse, me fiz de vítima. Era a minha vez de estar embaixo.

Hoje, depois de trocar meia dúzia de palavras com você, só quero dizer o seguinte: estou indo pra minha casa. O parquinho tornou-se um lugar pequeno demais pra nós dois. E eu nem ligo de não brincarmos mais, gangorras nunca me atraíram... Prefiro os balanços, são cheios de emoções e apesar de cada um ficar no seu, podemos voar juntos... É isso que eu quero...
Agora, coloque todas as vacas em fila pra brincar com você. Tem um lugar a mais: o meu. E boa sorte.
P.S.: Sim, eu estou puta.

8 comentários:

Eu sou a Fabiana Carneiro, disse...

Uauuu!! Gostei de ver. AGrota de atitude! Os balanços podem não andar em sintonia, mas, na pior das hipóteses, podemos embalar ou ser embalados!! Abaixo às gangorras!!

Marcia disse...

Em primeiro lugar: por favor, continue puta. Não deixa essa raiva toda se perder.
Em segundo lugar: ao contrário de muitos, que diriam "eu te avisei" te digo: To contigo.
Dane-se se vc já disse isso antes, dane-se se não conseguisse das outras vezes, vai em frente, acredita em ti e seja vc mesma. Nâo dá pra ser o que os outros querem... A gente só perde nossa essência, nossa alegria de viver... Manda ver no balanço, no escorregador e na montanha russa! Bjão!

Elem disse...

E espero que na entrada da gangorra peçam RG...

Anônimo disse...

ahuahauahauhaua Humor negro é tudo!
Marcia

Babi disse...

oooooooooooootimo texto!
te juro que eu ri de verdade.
ueioueoiueiouoiuoiuee
éis demais loooooooca ;D
essa historia será uma eterna bola de lã. sempre complicada,nunca tem um fim.
maas enfim, to ctg morrendo de vontade de te bateeer!
ueioeioueoiueioueioue
peste.

Eu sou a Fabiana Carneiro, disse...

Caralho. Duas da manhã e eu estou aqui pensando nessa história de gangorras e balanços ainda. Seria a vida um eterno parque de diversões? Por que eu não pense nisso antes que você?? hsuashuahsau

Mauro disse...

fato que gordo rodou feito porca prenha... eu te diria pra aconselhá-lo a, definitivamente, fornecer seu orificío anal e assumir.

Julio disse...

Hum... assunto antigo e texto novo, interessante... :)

Não estou conseguindo manter meu blog. Tadinho, mal foi criado e está largado. Em compensação, meu pai está se aventurando e parece estar gostando. Acho que preciso voltar a conversar com você a noite pra minha inspiração voltar... heheheheheh

Quando puder dê uma olhadinha. http://politicanes.blogspot.com/

BJS e se cuida.