domingo, 3 de julho de 2011

Insistir ou não, eis a questão

A vida (amorosa) não tem fórmulas, essa é a verdade.
Em mais uma tarde em companhia das amigas, filosofávamos sobre isso: sobre a falta (ou não) de fórmulas na vida. Você faz tudo certo, conforme manda o figurino e nada. Você nunca segue o script e, veja só, lá está você namorando. Vai entender. A verdade é que existem pessoas que realmente têm facilidade para encontrar parceiros. E outras, não. Independente de como agem.
O estopim da conversa foi encontrar uma cidadã, conhecida nossa, com um novo namorado na balada. Até aí nada de estranho. E realmente não teria nada de anormal se essa mesma moça não tivesse ficado viúva há pouquíssimos meses - e quando eu digo pouquíssimos, são pouquíssimos mesmo... Ninguém a julgou, claro. Julgamos a nós mesmas, afinal, o problema deve estar na gente... Ficamos falando sobre isso. Qual o nosso problema então?
Mais uma vez ouvi que estamos solteiras porque nós escolhemos demais, porque nós somos muito exigentes, porque nós não damos chances pro caras, porque nós não insistimos o suficiente... peraí: insistimos? Como assim? Desculpe minha ignorância, mas não entendi o último verbo... Como assim, não insistimos? Quer dizer que eu tenho que INSISTIR para ficar com alguém? É, realmente ainda não estou preparada pra isso...
Eu sei, eu tenho o péssimo hábito de não correr atrás de ninguém. E não por orgulho não, mas sim por achar que se o cara está a fim, ele está a fim. Se não, não. Simples assim. Eu não compartilho a ideia de que vou conseguir fazer alguém se apaixonar por mim, não acho que isso combine com a minha personalidade... Ou o cara quer ou o cara não quer. Pra mim é simples assim. Uma coisa que tenho aprendido na vida é isso: quando um homem está a fim de uma mulher ele fica com ela. Não interessam os amigos, o passado da cidadã, a família... Nada impede um cara quando ele quer ficar de verdade com uma mulher (lembrei aquela música When a man loves a woman...).
Se o cara quiser mesmo a moça em questão, ele vai romper com os amigos, com a família, com o c** a quatro. Se ele realmente se apaixonar, vai terminar casamento de anos, abandonar os filhos, viajar pra Lua. Maaaas, isso tudo só acontecerá SE ele se apaixonar de verdade... E eu, sinceramente, não estou aqui pra ficar insistindo em fazer o cara se apaixonar por mim, pelo amor de Deus.
Mas voltando ao assunto, tem gente que realmente tem facilidade em encontrar parceiros. Conheço umas meninas assim, que mal terminam com um e já estão com outro. Ou outros. Não sei como funciona isso... Não tem período de luto pelo término do namoro anterior? Eu sempre quero ficar um tempo sozinha quando saio de um relacionamento... saindo por livre espontânea vontade ou por livre espontânea pressão, tanto faz. Sempre preciso de um tempo pra me achar novamente... Mas tem gente que parece não precisar disso... emendam um namoro no outro na mais perfeita naturalidade... Na próxima vida, quero ser assim, anotaí, rs... E, olha, isso não tem nada a ver com beleza, hein... Que fique bem claro que eu não estou falando de nenhuma Giselle Bündchen, não...
Enfim. A questão é que essa foi mais uma conversa sem solução, sem final. Não adianta ficar pensando no que fazemos de certo ou de errado. A vida não tem roteiro, relacionamentos não têm receita. Essa é a verdade. Posso fazer tudo certinho, do jeito que o cara espera e não conseguir ganhar o coração do menino. E por outro lado, posso ser a mais louca de todas e, veja que estranho, ouvir "me apaixonei por você pelo seu jeito louco de ser". Vai entender. Não, não tem receita, fato. E já que não tem, continuarei por aqui com meus rolinhos, esperando por aquele que um dia, finalmente, arrebatará meu coraçãozinho e me fará querer crescer e virar adulta, com relacionamentos e tudo mais. Mas enquanto isso não acontece, vou seguindo a vida. Que anda muito bem, obrigada, do meu jeitinho, mas bem boa... =)
Beijos e boa semana!

5 comentários:

Dani Gomes disse...

Olá Elem,

Adorei o texto!

Me identifiquei tanto que ri: Parece que fui eu quem escreveu...

Também não tenho a resposta para esse "dilema"... Fazer o que? "O coração tem razões que a razão desconhece"!

Grande beijo para ti!

http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

Gabi Rosa disse...

Pura verdade Elem, e se tivesse receita acho q seria bem chatinho afinal a vida é feita de vitórias e derrotas né?

Bjinho e uma semana iluminada pra ti!

Sandro. disse...

Nunca acreditei no verbo "insistir" para estes casos. Até que um dia "insistimos". Nunca fui de me relacionar, muito menos emendar um namoro n'outro, até que um dia... meio que emendei. E pq? Pq tudo foi "insistido". A vida não é nem nunca será um conto de fadas. Paixões arrebatadoras t~em prazo de validade! Insista o quanto puder e o quanto te fizer bem. Você poderá se surpreender.

Dani Gomes disse...

Olá,

Tem convite e presentinho lá no meu espaço: http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/2011/07/selinho-e-blogagem-coletiva.html

Grande beijo para ti!

http://omundoparachamardemeu.blogspot.com/

Patrícia Pinna disse...

Você é muito bem humorada!Quero te dizer que tudo é uma questão de personalidade!
Tem pessoas que não conseguem expressar o que sentem por outra pessoa, achando que se levarem um fora , aquilo será o fim!
Não é o fim, pois ninguém é obrigado a se unir a quem não quer!Contudo, acho que se gosta de alguém tem mais é que deixar claro, caso esse alguém não tenha percebido.
Pode-se insinuar de tantas maneiras sutis, a fim de que ele tome a iniciativa, caso contrário, na minha opinião, se isso não acontecer, e a pessoa gostar muito, diga, não é vergonha alguma!
O sim e o não fazem parte da vida, e a pessoa tem de estar ou procurar ficar preparada para os dois!
Quanto ao tempo que deve-se esperar de um fim de umrelacionamento para outro, é muito relativo e variável de pessoa para pessoa.
Uma coisa é fato,se entrar numa relação, saindo de outra recente,haverá resquícios que nem sempre passarão de imediato, e quem acaba sofrendo um pouco com os desabafos, é a pessoa que acabou iniciando um romance com você
Tem de ser muito corajosa ou insana, ou um pouco dos dois, porém, tudo está escrito!
Um grande beijo!
Espero te ver no meu blog!